Fazenda Masceno. Foto: Xará Villela
Fazenda Masceno. Foto: Xará Villela

Mudanças Climáticas

​​

Para debater as mudanças climáticas e mensurar seus efeitos sobre o bioma Mata Atlântica, apoiamos, desde 2011, projetos voltados para o estudo dessa temática por meio do edital Bio&Clima-Lagamar.

Os projetos apoiados nessa área foram selecionados até dezembro de 2012* e primam por pesquisas sobre os impactos que espécies e ecossistemas da região do Lagamar recebem por conta das mudanças climáticas. Entre seus resultados, também estão contempladas diretrizes para a gestão do Mosaico de Áreas Protegidas do Lagamar, com ênfase na adaptação às mudanças climáticas.

Além do apoio a projetos com essa temática, também participamos da coordenação do Observatório do Clima, rede que reúne organizações e movimentos da sociedade civil que atuam na agenda de mudanças climáticas no Brasil. Por meio da parceria com esse grupo de instituições, nosso objetivo é contribuir com as discussões sobre o tema e, sobretudo, inspirar e viabilizar ações efetivas e políticas públicas para a diminuição do impacto das mudanças climáticas na natureza.

 

* A partir de dezembro de 2012, o Edital Bio&Clima-Lagamar não terá novas chamadas.

Região de Atuação

Os projetos apoiados pelo edital Bio&Clima-Lagamar são desenvolvidos no Complexo Estuarino-Lagunar de Iguape-Cananéia-Paranaguá, no Mosaico de Áreas Protegidas do Lagamar.

Maior remanescente contínuo de Mata Atlântica do Brasil, o Lagamar compreende o litoral sul de São Paulo e o litoral do Paraná. Reconhecido legalmente em 2006, ele engloba mais de 40 unidades de conservação federais, estaduais e municipais - incluindo a Reserva Natural Salto Morato.