Nome da Foto
Araracanga. Foto: Haroldo Palo Jr.

Notícias

23 mar 2017
Institucional

Confira o resultado do nosso Desafio Internacional

No final de 2016, lançamos uma ação para buscar novas ideias para a conservação. Confira os vencedores.

Um dos projetos vencedores alia artesanato e geração de renda à conservação de uma das aves mais ameaçadas do Brasil, o papagaio-de-peito-roxo.
Crédito: Vanessa Kanaan​
Foram quatro meses recebendo e analisando dezenas de ideias sobre como fazer negócios conservando a natureza. Nosso desafio internacional contou com a parceria da plataforma Innonatives e recebeu, no total, 46 propostas. 

A grande vencedora do desafio foi uma iniciativa do Instituto Peabiru. O projeto tem como objetivo fortalecer a cadeia de valor do mel de abelhas nativas, produzido em comunidades do Amapá e do Pará. Além de garantir a proteção desses importantes polinizadores, o projeto fomenta a geração de renda complementar para as famílias envolvidas. 

Em segundo lugar, ficou a iniciativa “Amigas dos Roxinhos”, projeto de valorização do papagaio-de-peito-roxo, realizado pelo Instituto Silvestre com mulheres de comunidades que vivem no entorno do Parque Nacional das Araucárias, em Passos Maia (SC). A partir da produção de artesanatos inspirados na espécie, nativa da região, o projeto contribui para a valorização da conservação da ave, que está ameaçada de extinção. A renda dos produtos também é revertida para as famílias das participantes. 

Já o terceiro lugar do desafio foi conquistado por uma ideia que busca aliar conservação da natureza à arquitetura em ambientes urbanos. A iniciativa propõe a conservação de polinizadores (como as abelhas) por meio do desenvolvimento, comercialização e implantação de projetos paisagísticos em construções civis que sejam ambientes amigáveis a essas espécies.

Os vencedores receberão premiação em euros, nos valores de  2.000 (1º lugar), 1.000 (2º lugar) e 500 (3º euros). O desafio internacional faz parte da estratégia da Fundação Grupo Boticário de estimular a união entre desenvolvimento econômico e conservação da natureza. ​